OK 
     
ApresentaçãoEstudosBibliografiaEstatísticas e Bases de DadosIndicadoresPublicaçõesNotícias e EntrevistasNewslettersLigações
Home >  Indicadores >  Glossário de Indicadores  >  Rendimento e Pobreza  > 
Indicadores


Risco de Pobreza

INE: Proporção da população cujo rendimento equivalente se encontra abaixo da linha de pobreza definida como 60% do rendimento mediano por adulto equivalente.

Link para glossário do INE

Estratégia Nacional para a Protecção Social e Inclusão Social: percentagem de indivíduos (0+ anos) com rendimento monetário equivalente (após transferências sociais) inferior à linha de pobreza (60% do rendimento equivalente mediano)

Indicadores Associados

Risco de pobreza antes de transferências sociais:

INE: Proporção da população cujo rendimento equivalente, antes de transferências sociais, se encontra abaixo da linha de pobreza, isto é, quando a única transferência de rendimento do Estado para as famílias se refere às pensões (não se contabilizando outro tipo de transferências de rendimento para as famílias como, no caso português, o Rendimento Social de Inserção, entre outros).

Link para glossário do INE 

Risco de pobreza após as transferências sociais:

EUROSTAT / INE: porção da população com rendimento disponível equivalente abaixo da linha de pobreza, definida como 60% do rendimento médio nacional equivalente após as transferências sociais.

Link para glossário do EUROSTAT / INE

Intensidade de Pobreza:

Estratégia Nacional para a Protecção Social e Inclusão Social: distância relativa entre o rendimento monetário equivalente mediano dos indivíduos (0+ anos) que estão abaixo da linha de pobreza (60% do rendimento equivalente mediano) e a própria linha de pobreza, expressa em percentagem da linha de pobreza.

Risco de pobreza persistente:

EUROSTAT: porção da população com rendimento disponível equivalente abaixo da linha de pobreza no ano de referência e em, pelo menos, dois dos três anos anteriores.

Link para glossário do EUROSTAT 

Risco de pobreza no momento:

EUROSTAT: Grau máximo de risco de pobreza que um indivíduo experienciou durante o período de referência. Na abordagem convencional, este contexto refere-se ao grau de risco de pobreza experienciado em qualquer ano do período de referência. A taxa de risco de pobreza no momento diz respeito ao valor médio para a população.

Link para glossário do EUROSTAT

Risco de pobreza de acordo com a intensidade laboral:

EUROSTAT: Número de meses que todos os membros do agregado com idade para trabalhar o fizeram durante o ano de referência dos rendimentos, em proporção do total de meses que estes poderiam ter trabalhado.

A intensidade laboral é 0 quando nenhum dos membros trabalhou qualquer mês; é 1 quando trabalharam todos os meses possíveis.

  Glossário de Indicadores