OK 
     
ApresentaçãoEstudosBibliografiaEstatísticas e Bases de DadosIndicadoresPublicaçõesNotícias e EntrevistasNewslettersLigações
Home >  Notícias e Entrevistas > 
Notícias e Entrevistas


publicado em:  15 Março 2012
Centro de Londres é a região mais rica da UE

Lisboa e a Região Autónoma da Madeira apresentavam em 2009 um PIB per capita acima da média da UE-27.

O Produto Interno Bruto (PIB) per capita do centro de Londres (Inner London),  constituído por 12 bairros (Boroughs), representava em 2009 332% do valor médio (100%) deste indicador para as 271 regiões NUTS II da UE-27. Entre as 20 regiões mais bem classificadas, quatro são da Alemanha, três do Reino Unido, tantas quanto as que provêm da Holanda. Dos países que entraram na União Europeia a partir de 2004 constam apenas duas regiões neste grupo restrito: a região de Bratislava, da Eslováquia, e Praga, da República Checa.

A região de Severozapaden, na Bulgária, é a que apresenta um PIB per capita em   Paridade de Poder de Compra Padrão mais baixo no universo em análise: 27% do valor deste indicador para as regiões NUTS II da UE. Entre as 20 regiões mais pobres da UE-27, seis são da Roménia, cinco da Bulgária, tantas quantas as que se integram na Polónia, e quatro são regiões da Hungria.



De acordo com o Eurostat, a região de Lisboa tem um PIB per capita 10,7% superior à média da UE e na Região Autónoma da Madeira esse saldo positivo é de 3%. As demais regiões NUTS II portuguesas apresentam para este indicador um valor abaixo da média (100%). Com um PIB per capita que representa 62,8% do PIB médio das regiões UE, o Norte é a região portuguesa que regista um resultado mais baixo. 




Os valores do PIB per capita são calculados através da moeda artificial Paridade do Poder de Compra Padrão (Purchasing Power Standard, PPS).

  Entrevistas

Conteúdos Relacionados

O aumento das desigualdades sociais nos países desenvolvidos acentua diferenças de qualidade de vida entre as gerações
Melhoria do desenvolvimento humano num mundo ainda muito desigual
Portugal é um dos países da UE que apresenta menor mobilidade do rendimento
Desigualdade de rendimento entre crianças em Portugal é das mais elevadas nos países da OCDE
Desigualdades e pobreza em Portugal estão a ser mal combatidas